ACESSE SUA CONTA   |   facebook

Cadastre-se   //   Vantagens   //   Esqueci minha senha

Moedas comemorativas do Tricampeonato de futebol (1970)



Você nunca viu as moedas comemorativas do Tricampeonato de Futebol? Não se preocupe. Ninguém viu porque nunca existiram. Mas foram pensadas.

Sabe-se que a vitória do Brasil na Copa do México, em 1970, trouxe uma onda de euforia patriótica ao nosso país, fenômeno de que muito se aproveitou o Regime Militar.

A ata da 165ª sessão do Conselho Monetário Nacional (CMN), ocorrida em 24 de novembro de 1970, traz uma notícia sobre essas possíveis moedas. Uma empresa chamada Hélio Vaz de Mello e Associados Ltda., representando um grupo internacional (qual seria a documentação não diz), procurou o Ministro da Educação, na época Jarbas Passarinho, para apresentar um plano de emissão de cunhagem de moedas de prata e ouro. Caberia ao governo, pela autorização, o recebimento de US$ 3 milhões, em valores da época, que seriam aplicados no Programa Desportivo Nacional.

O Ministro da Educação, em ofício, repassou o assunto para análise do então Presidente da República, o general Emílio Médici e acabou por ir parar no Banco Central (BC) e no CMN.

A coisa toda perdeu-se no interesse dos royalties, que deveriam ser absorvidos pelo Ministério da Educação. O montante inicial de cunhagem seria de US$ 20 milhões, mas foi considerado alto por duas empresas italianas consultadas pelo BC (Numismatica Italiana e Italcambio), que retiveram ser a emissão inoportuna em vista do mercado numismático de então.

Apesar de tudo, a Italcambio propôs uma emissão de Cr$ 66 milhões (US$ 13 milhões) e a Numismatica Italiana uma de Cr$ 6,64 milhões (US$ 1,9 milhão). O Banco Central procedeu a alguns estudos, havia tido como mais conveniente o plano da Italcambio, e estabeleceu que as moedas seriam de prata (50, 100 e 150 cruzeiros) e ouro (200, 500, mil e 2 mil cruzeiros).

O CMN deu autorização para o prosseguimento dos estudos, mas nada mais se disse a respeito, e o assunto caiu no esquecimento.





Assunto

Fonte: Sérgio Mendes, Colégio da Numismática

Autor do blog: Sérgio Mendes

Voltar
Compartilhar
Facebook Twitter YouTube Feed de notícias
Coleções de Cédulas e Moedas Brasileiras © 2014. Todos os direitos reservados.